Adolescentes e atividades físicas – Lições que aprendemos da Islândia nos últimos anos

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Enquanto no Brasil menos de 40% das pessoas praticam algum tipo de atividade física, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 2015, na Islândia, temos um exemplo de como a prática de esportes pode elevar a qualidade de vida dos jovens.

Seja em locais abertos ou em espaços fechados, incluindo as quadras e campos de grama sintética, a prática de esportes promove o bem-estar físico e corporal, auxiliando também no desenvolvimento intelectual e social já a partir da infância.

Neste artigo, veremos a seguir como o investimento em espaços para o desenvolvimento de esportes por parte do governo islandês foi fator decisivo para que os jovens do país trilhassem um caminho novo, mais saudável e livre da dependência química.

Por que a Islândia passou a investir em campos de grama sintética?

Na década de 90, os jovens islandeses estavam entre os que mais consumiam bebida alcoólica em toda a Europa. Para mudar este quadro, o esporte parecia ser a melhor saída… e até mesmo a mais agradável. A partir disso, os esforços se concentraram na construção de campos de futebol de grama sintética, onde os adolescentes se dedicam ao esporte com afinco.

As pistas de patinagem, piscinas aquecidas, pistas de atletismo, além de outros espaços, compuseram todo o complexo esportivo que os adolescentes precisavam para ocupar seu tempo.

Como a prática de esportes livrou os adolescentes das drogas?

Pesquisas científicas apontam que o álcool e outras drogas têm impacto na química do cérebro ao sedá-lo, em um primeiro momento, reduzindo a ansiedade e promovendo a sensação de euforia.  

Mas o controle da ansiedade e a sensação de felicidade são proporcionados também pela prática esportiva, e com uma vantagem especial: sem causar vícios. Por isso, as horas em que os jovens se exercitam nas pistas, quadras e campos de grama sintética esportiva foram e continuam sendo tão importantes para afastá-los dos vícios.

Quais são as vantagens dos campos de grama sintética para os jovens da Islândia?

Embora existam no país diversos lugares públicos e abertos para que as pessoas façam exercícios físicos, no caso dos jovens, o ideal é que eles fossem levados para uma área fechada, onde pudessem ser preservados do contato com o mundo das drogas.

Além disso, a grama sintética nos campos de futebol permite o uso frequente do local devido à grande durabilidade, o que não acontece com os campos de grama natural.

Como se pode perceber, o programa adotado pela Islândia é uma forma de oferecer qualidade de vida e socialização aos jovens, tornando-se um case para muitos países. Um fator é importante de ser destacado: a solução não exigiu altos investimentos como se pode supor. A grama sintética usada nos campos de futebol, por exemplo, apresenta menor custo de instalação e de manutenção, se comparada à grama natural.

Se deseja saber mais sobre grama sintética para campos esportivos, a Sportlink é especialista em projetos de aplicação e manutenção de grama sintética esportiva, tendo a solução ideal para o seu projeto.

Entre em contato conosco e solicite um orçamento!

ENTRE-EM-CONTATO-SPORTLINK

Adolescentes e atividades físicas – Lições que aprendemos da Islândia nos últimos anos